São Paulo
 
 
Web Diário
         
 
 
 
         
       
   
        Geral | Imóveis | Veículos  
   
         
 
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
 
Preço de condomínio na Zona Oeste está acima da média em toda a cidade

O valor médio da cota mensal dos condomínios em Perdizes chega a R$ 687,00, enquanto a média mensal na cidade de São Paulo está em R$ 642,12, de acordo com um levantamento da Lello, empresa de administração condominial.

O estudo é baseado em 1,2 mil empreendimentos de todos os padrões - médio/alto padrão, clássico, grandes conjuntos e condomínios-clube. A Lello dividiu a cidade em oito regiões. Na Zona Oeste, a região de Perdizes reúne os bairros Vila Leopoldina, Alto de Pinheiros, parte de Pinheiros, Vila Madalena, Jaguaré, Barra Funda, Santa Cecília e Higienópolis.

Em Santana (Vila Guilherme, Freguesia do Ó, Limão, Casa Verde, Vila Maria, Vila Medeiros, Jaçanã, Mandaqui e Tremembé), por exemplo, é onde o estudo aponta o valor mais baixo, R$ 412. O mais alto é na região dos Jardins, Jardim Paulista, Jardim Paulistano, Jardim América, Jardim Europa, Cerqueira César, Bela Vista, parte de Pinheiros e do Itaim, estipulado em R$ 894.
Segundo o estudo da Lello, a variação entre os bairros chega a 116,9%, um dado impactante se lembrarmos que há três anos atrás, quando o preço médio da cota girava em torno de R$ 561,07, a diferença era de 77% entre os bairros.

De acordo com a pesquisa, 54% dos gastos vão para cobrir os custos com funcionários, 20% para despesas de água e energia elétrica, 11% para manutenção de elevadores, portões e bombas, 8% para compras de materiais e 7% para administração e seguros. "Jardins e Morumbi são regiões em que há muitos empreendimentos com poucos apartamentos e muitos serviços, o que demanda maior número de funcionários e mais gastos com manutenção”, explicou a gerente da Lello Condomínios, Angélica Delgado Arbex.


SÓ PARA RELEMBRAR
Em junho deste ano, o Diário da Lapa havia publicado uma reportagem que, segundo informações da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), Perdizes é o bairro paulistano que mais se valorizou no último ano é o que reúne maior número de empreendimentos imobiliários lançados no primeiro quadrimestre deste ano de 2011.

Segundo a pesquisa da Embraesp, foram lançadas 222 unidades somente em janeiro, fevereiro, março e abril, um crescimento de 33,7% em relação ao desempenho de todo ano de 2010. A quantidade de lançamentos nesse quadrimestre já supera a média anual de lançamentos desde 2007.

Ao dividir a quantidade de dias durante janeiro, fevereiro, março e abril (120 dias), há uma média de 1,86 lançamentos por dia.

E olha que, de acordo com pesquisa divulgada pelo Ibope Inteligência, Perdizes é o bairro que mais teve valorização, com alta de 57% no metro quadrado no último. O metro quadrado não no bairro não é vendido por menos de R$ 8 mil. Além da boa infraestrutura do bairro, a falta de terrenos para construção também é apontada por especialistas do setor imobiliário como uma das razões para essa valorização do metro quadrado.




Prédio na Vila Leopoldina
Divulgação/Carlos Petrocilo

 
 
 
 
         
         
  Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco  
         
  © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS