São Paulo
 
 
Web Diário
               
 
               
Capa | Últimas Notícias | Notícias da Lapa | Notícias da Zona Oeste
   
Serviços | Polícia | Comércio | Cultura e Lazer | Educação e Saúde | Esportes | Sociedade | Entidades | Artigos | Opinião
   
        Geral | Imóveis | Veículos  
               
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
 
  Frota de automóveis está mais jovem no Brasil

A média de idade dos carros em circulação no Brasil está entre 8 anos e 10 meses. Essa é a primeira vez que a frota ficou abaixo dos nove anos, mantida desde 2000. A informação é da Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores).

Dos quase 30 milhões de carro no país, os modelos com até três anos de uso subiram de 20% para 28% de 2000 para cá. Por outro lado, os “velhinhos” com mais de 20 anos de vida caíram de 9% para 4%.

E MAIS:    

PIB cresce 2,7%; Anfavea vê recorde em maio
Saiba quanto custa o aluguel na Zona Oeste
Região ganha pólo educacional
Conheça as instituições de ensino na Região
Medidas para economizar água e dinheiro

A pesquisa comprova o bom momento do mercado automotivo nos últimos anos. Em 2009, segundo números da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), foram comercializados 3.010.459 unidades de carros e comerciais leve, um crescimento de 10%, isso em um ano de crise global e onde o Governo reduziu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), levando os consumidores à compra. O Brasil foi um dos únicos países em todo o mundo a apresentar crescimento das vendas de carros pela indústria em 2009, em meio à recessão.

E, o que terminou com recorde em 2009, pode ser ainda melhor em 2010. A Anfavea prevê um aumento de mais 10% nas vendas deste ano, isto é, 3,3 milhões de carros e comerciais leves emplacados. Motivos para tanta euforia não faltam. Entre eles, a ampliação do financiamento, as vendas de carros importados estarão em alta com o dólar em baixa e o aumento na previsão de crescimento da economia mundial. De acordo com a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), a economia brasileira deverá crescer 6,5% neste ano.

 

                        Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco               © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS