São Paulo
 
 
Web Diário
         
 
 
 
         
       
   
        A vida na Lapa    
   
         
 
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
PM morto em Jandira seria ouvido na CPI do Hospital Sorocabana

Uma das pessoas que seria convocada a depor na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Hospital Sorocabana, na Lapa, proposta pelo vereador Carlos Neder, o policial militar Jairo Lemes de Aquino e irmão do ex-secretário de Habitação da cidade de Jandira, Wanderley Lemes de Aquino, preso por ter sido mandante da morte do prefeito Braz Paschoalin, foi assassinado no último domingo, dia 29.

Jairo Lemes de Aquino é citado pelo vereador Neder entre os depoentes. Jairo seria o segurança de Carlos Amorim, atual superintendente do Sorocabana.

Vale lembrar também que cheques sem fundos utilizados pelo grupo que arrendou o Sorocabana (inclusive para quitar dívidas trabalhistas) pertenciam a uma empresa de Wanderley.

De acordo com o delegado Zacarias Tadros,há suspeitas que Wanderley também teria ligações com o grupo responsável pelo arrendamento do Sorocabana e, na ausência de Wanderley, Jairo cuidava dos negócios do irmão que está preso.

A Polícia investiga três hipótese para o assassinato: envolvimento com o crime organizado, crime passional ou por motivos políticos. A principal seria envolvimento com o crime organizado.

Jairo estava licenciado da Polícia Militar para tratamento de saúde. Mas era investigado por mau comportamento na própria corporação.

PARA LEMBRAR
Conforme o Diário da Lapa publicou, o hospital está fechado desde setembro de 2010, enfurnado em dívidas e ações trabalhistas. Entre 2003 a 2010, foi injetado R$ 103 milhões no Sorocabana para produção de serviços prestados ao SUS (Sistema Único de Saúde). O vereador Carlos Neder, do PT, apresentou aos demais vereadores a situação do hospital, que entre 2003 e 2010 recebeu R$ 103 milhões para serviços prestados ao SUS, e colheu assinaturas suficientes para instalar a CPI.

Enquanto a CPI não sai, Neder trabalha em outras frentes: ele fez denuncias na Polícia Federal, Ministério Público e Tribunal de Contas do Município.
SAIBA MAIS AO CLICAR AQUI!



E MAIS:
Vereador obtém assinaturas para tentar instaurar CPI no Hospital Sorocabana
Prefeitura culpa “o fim” do Sorocabana por irregularidades com as verbas do SUS
Ignorado pelo Estado e Prefeitura, Hospital Sorocabana segue sem perspectiva na Lapa
Deputado diz que Kassab entregará Hospital Sorocabana à igreja


 
Wanderley Lemes de Aquino, preso e suspeito de ter ligações com o grupo responsável pelo arrendamento do Sorocabana




 
         
         
  Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco  
         
  © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS