São Paulo
 
 
Web Diário
         
 
 
 
         
       
   
         
   
         
 
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
Deficientes pedem verba para acessibilidade no Orçamento 2012

Enfrentar calçadas esburacadas e com desníveis, falta de guia rebaixadas... a vida do portador de deficiência é um desafio diário. O casal Luiz Carlos Guilherme e Marile Viam Guilherme, ambos portadores de deficiência visual, moram na Pompeia e na noite desta quarta-feira, dia 31 de agosto, estiveram na primeira audiência pública para o orçamento público de São Paulo em 2012.

Essa audiência, conforme explica o subprefeito da Lapa, é válida para “coletar sugestões da população para o orçamento, essa audiência é um subsidio para formalização da proposta orçamentária”.

O casal Guilherme estava lá para solicitar acessibilidade e inclusão. Mas para eles conseguirem participar da audiência foi complicado. O caminho até o auditória no prédio antigo da Subprefeitura da Lapa é repleto de degrau. No auditória, eles levaram alguns minutos, mesmo conduzido por um voluntário, até conseguirem se acomodar.

O prédio, apesar de antigo, abriga serviços importantes e deve estar apto para receber toda a população –sem restrições. Não é o que acontece. “Estou aqui (na audiência pública sobre o orçamento) para pedir acessibilidade na Pompeia e outros bairros. É preciso qualificar as calçadas e instalar guias rebaixadas para cadeirantes”, reivindicou Luiz Carlos Guilherme.

“Acessibilidade não é só rampa na esquina, tem que ter um padrão de calçada de ponta a ponta em um quarteirão, complicado para um deficiente visual se tiver degrau no meio do caminho”, reclamou Marile.

Para o casal, seria interessante a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão consultar os deficientes.

O subprefeito da Lapa entende o desabafo do casal, porém, divide a obrigação de oferecer a acessibilidade com a população, principalmente mantendo em bom estado suas calçadas, e citou o empenho do poder público como o projeto implantado no Memorial da América Latina, que conta com elevador social, plataforma inclinada para cadeirante acessar a escada rolante, instalação de piso tátil e dos totens com mapa de leitura em braile
(Saiba mais ao clicar aqui!).
.


E MAIS:

Em audiência pública, munícipes reivindicam melhorias para os bairros da Subprefeitura Lapa
Subprefeitura da Lapa inicia projeto Florir
População tem o direito de fiscalizar e cobrar em audiência para Orçamento 2012
Lapa recebe Pré-Conferência de Participação e Atenção às Drogas
Ônibus desgovernado interdita três casas na Lapa. Causa do acidente será investigada
Homens invadem banco e fazem oito reféns no Jaguaré
Consumidor não poderá ficar mais de 4 horas sem energia, determina a Justiça
Polícia monitora marginais e recebe denúncias pelo Facebook e Twitter
ARTIGO Ninguém Pensou Antes, por Fernando Calmon
Pesquisa revela o preço do aluguel na Zona Oeste
Desindustrializada, Lapa abre espaço para novos comércios
"A Lapa é uma excelente opção para abrir novo negócio", diz gerente do Sebrae
"A Lapa perdeu aquela caracterísitca industrial", analisa presidente do CIESP
Lapa completa 420 anos com inúmeros “cartões postais”
Em comemoração aos 420 anos da Lapa, o Diário apresenta uma série de reportagens
Livro documenta a história da Lapa desde os primórdios do povoamento
Programação de eventos para festejar o aniversário da Lapa



 


Projeto exemplar no Memorial



 
         
         
  Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco  
         
  © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS