São Paulo
 
 
Web Diário
               
 
               
Capa | Últimas Notícias | Notícias da Lapa | Notícias da Zona Oeste
   
Serviços | Polícia | Comércio | Cultura e Lazer | Educação e Saúde | Esportes | Sociedade | Entidades | Artigos | Opinião
   
  Água Branca | Barra Funda | Jaguara | Jaguaré | Perdizes | Pompeia | Sumaré | V. Anastácio | V. Hamburguesa | V. Leopoldina  
               
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
Água Branca, bairro bem famoso pelo lindo Parque


No bairro Água Branca, há o orgulho de exibir um dos locais mais nobres de São Paulo, o Parque da Água Branca. Dono de uma área de 137 mil metros quadrados, o Parque da Água Branca possui cerca de 80 mil metros quadrados de área verde.

Com um estilo bem rural, abrigando quase três mil espécies arbóreas adultas, e por conta dessa ampla área verde, o parque recebe visitas diárias de moradores interessados também em curso de paisagem e atividades físicas.


O Parque começou a ser construído em 1904, na época a cidade de São Paulo era liderada pelo prefeito Antônio da Silva Prado, que pretendia criar a Escola Prática de Pomologia e Horticultura, incentivando os paulistanos a se dedicar profissionalmente à atividade agrícola.

Décadas depois, quando Júlio Prestes governava o Estado de São Paulo, o espaço recebeu o Posto Zootécnico de São Paulo e Recinto de Exposições de animais da Mooca. Um ano depois, no dia 2 de junho de 1929, era criado o Parque da Água Branca.

Posteriormente, ele foi nomeado oficialmente como Parque Dr. Fernando Costa, idealizador do projeto.Em 1996, o Parque foi tombado como bem cultural, histórico, arquitetônico, turístico, tecnológico e paisagístico pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat).

Entre tantos palcos para atrações, destaca-se o Aquário e o Centro de Referência em Educação Ambiental (biblioteca). No Aquário estão expostas as espécies mais significativas das bacias hidrográficas do Estado e de outras regiões.

O projeto dá subsídio para que o visitante conheça a biologia e a importância comercial das espécies de valor econômico para aquicultura e pesca.

Já a Biblioteca oferece, além de livros, DVDs que podem, inclusive, ser consultados e assistidos no local ou em casa, e desenvolve atividades dirigidas a escolas, exposições itinerantes sobre temas como água e poluição. Recebe, ainda, visitas de estudantes para oficinas de educação ambiental (com agendamento prévio).


Parque da Água Branca reúne todas as idades
Fotos João Luiz

 
 
 
   

                        Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco               © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS