São Paulo
 
 
Web Diário
               
 
               
Capa | Últimas Notícias | Notícias da Lapa | Notícias da Zona Oeste
   
Serviços | Polícia | Comércio | Cultura e Lazer | Educação e Saúde | Esportes | Sociedade | Entidades | Artigos | Opinião
   
  Água Branca | Barra Funda | Jaguara | Jaguaré | Perdizes | Pompeia | Sumaré | V. Anastácio | V. Hamburguesa | V. Leopoldina  
               
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
 
Barra Funda, antigamente só a elite e industriais

O escritor Mário de Andrade nasceu e cresceu na Barra Funda. O Memorial da América Latina está na Barra Funda, assim como a Federação Paulista de Futebol e a Rede Record de Televisão, entre tantas outras sedes importantes. Nota-se que a Barra Funda, além de sua importância para o desenvolvimento da cidade São Paulo, tem história para contar.

 

Foto cedida pelo Memorial América Latina

Fábio Pagan/Memorial América Latina

 

Clique e conheça mais sobre o Memorial da América Latina (fotos acima) e outras opções de lazer na Barra Funda e Região

Atualmente, ela hospeda pequenos escritórios e comércios, mas há tempos atrás já foi escolhida pelas indústrias e pelos barões do café como sua casa. Tudo começou a partir de 1875, com a inauguração da Estação Barra Funda, por onde passava a Estrada de Ferro Sorocabana, que recebia os produtos trazidos pelo Porto de Santos. Com essa importante construção, a Barra Funda teve um considerável aumento populacional. A facilidade com o transporte trouxe a elite do café a residir na região.

Outro ponto importante, para atrair moradores, foi o Parque das Indústrias Reunidas Matarazzo, que empregava boa parte da população, a partir de 1920. E o crescimento demográfico, por sua vez, rendeu mais uma novidade importante ao bairro: a Estação Barra Funda passou a direcionar o transporte de passageiros. A cidade ganhou o primeiro bonde elétrico, lançado em 1902, que partia da Barra Funda com destino ao Largo de São Bento. No entanto, a crise de 1929 gerou um forte abalo na região. Indústrias decretaram falência, e alguns casarões da elite foram abandonados.


No final da década de 1980, a região ganhou o Memorial da América Latina e também a construção do Terminal Internacional da Barra Funda, um dos maiores do país. Antes, em 1973, já havia sido inaugurado o Playcenter, maior parque de diversão de São Paulo.

A última obra mais impactante foi o polêmico Fórum Trabalhista Ruy Barbosa. Durante a construção, choveram acusações apontando desvio estimado em R$170 milhões e que culminaram com prisão de Nicolau dos Santos Neto, presidente do Tribunal Regional de Trabalho na época da construção. O prédio de 19 andares recebe diariamente milhares de pessoas, boa parte do judiciário paulista encontra-se por lá. Inaugurado em 2004, a obra teve um custo total de R$ 422 milhões.

Foto cedida pela Secretaria de Comunicação Social do Tribunal Regional do Trabalho-SP

Milhares de pessoas passam pelo Fórum Trabalhista Ruy Barbosa na Marquês de São Vicente

 

                        Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco               © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS