São Paulo
 
 
Web Diário
         
 
 
 
         
   
Capa | Últimas Notícias | Notícias da Lapa | Notícias da Zona Oeste
   
       
         
 
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
CET reduz a velocidade máxima em outras avenidas da Zona Oeste

A partir do dia 20 de junho, as avenidas Ordem e Progresso, Antártica, Viaduto Antártica, Sumaré, Paulo VI, Rua Henrique Schaumann, avenidas Brasil, Pedro Álvares Cabral, Rua Manoel da Nóbrega e avenidas República do Líbano e Indianópolis terão novos limites de velocidade máxima permitida. Com o objetivo de reduzir acidentes, segundo a CET, a velocidade máxima cairá de 70 para 60 km/h. Este eixo, entre Zona Oeste e Sul, tem ao todo 9,2 km de extensão.

As novas placas com a velocidade máxima de 60 km/h já começaram a ser instaladas. E a partir do dia 20 o radar já irá multar quem ultrapassar o novo limite.

A CET garante que está instalando 201 placas de regulamentação de velocidade e advertência e 18 faixas informativas para alertar os motoristas.

Em maio, o limite em todo o corredor formado pelas avenidas Braz Leme, Rudge, Rio Branco e pelo Viaduto Engenheiro Orlando Murgel e a Ponte da Casa Verde passa a ser 60 km/h. Em abril, a CET havia padronizado em 60 km/h a velocidade no corredor Leste-Oeste. A alteração foi implantada em 33,8 quilômetros do corredor e abrange a Avenida Francisco Matarazzo, Elevado Costa e Silva, Viaduto Radial Leste, Avenida Alcântara Machado, Rua Melo Freire, Avenida Conde de Frontin, Avenida Antonio Estevão de Carvalho, Rua Doutor Luiz Ayres e Avenida José Pinheiro Borges (Nova Radial). Também nas vias abaixo do Elevado Costa e Silva - Avenida General Olímpio da Silveira e Amaral Gurgel - as velocidades foram uniformizadas em 60 km/h. Estudos técnicos da CET indicaram a necessidade de manter em 50 km/h a velocidade nas curvas do Elevado Costa e Silva e da Ligação Leste-Oeste.





E MAIS:
Desindustrializada, Lapa abre espaço para novos comércios
"A Lapa é uma excelente opção para abrir novo negócio", diz gerente do Sebrae
"A Lapa perdeu aquela caracterísitca industrial", analisa presidente do CIESP
Lapa completa 420 anos com inúmeros “cartões postais”
Em comemoração aos 420 anos da Lapa, o Diário apresenta uma série de reportagens
Livro documenta a história da Lapa desde os primórdios do povoamento


Placas com novos limites de velocidade máxima


 
         
         
  Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco  
         
  © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS