São Paulo
 
 
Web Diário
               
 
               
Capa | Últimas Notícias | Notícias da Lapa | Notícias da Zona Oeste
   
Serviços | Polícia | Comércio | Cultura e Lazer | Educação e Saúde | Esportes | Sociedade | Entidades | Artigos | Opinião
   
    Emprego | Cursos | Direito | Trânsito | Classificados | Informática | Imóvel | Links  
               
 
Siga-nos no Twiter
| |
 
 
Assista nosso Canal
| |
 
 
Como lidar com bichos de estimação no condomínio

Se o melhor amigo do homem é o cão, como dizem por aí, ele também pode causar problemas com o vizinho. O barulho de alguns animais de estimação tem gerado problemas entre os moradores de prédio ou condomínio de casas. Em uma região, como a Lapa, bastante verticalizada, o Diário ouviu especialistas sobre o assunto.

Segundo o SindicoNet, que reúne mais de 90 mil síndicos associados e o considerado o braço direito administradores de condomínios, os maiores conflitos estão relacionados ao barulho e a presença dos animais em áreas comuns. Para evitar aborrecimentos, o ideal é criar regras claras de transporte e permanência dos bichos de estimação.

Apesar de muitas convenções proibirem animais em condomínios, a Justiça vem dando ganho de causa a proprietários de animais que não representem perigo aos condôminos. A tendência das convenções dos condomínios recém-formados é permitir animais em suas dependências.

Confira algumas dicas:

- Procure saber sobre as raças mais adequadas para viver em condomínios;
- Há profissionais especializados em educar o bichinho para viver em condomínio, o que evita, por exemplo, o cachorro latir ao toque da campainha ou outros barulhos;
- Sempre recolha os dejetos do animal, principalmente nas áreas comum;
- O regulamento interno pode determinar essa norma ou não, portanto, ao utilizar o elevador siga com o animal no colo;
- Mantenha em dia a vacinação do bicho, é saudável a todos;
- Realize passeios diários com o bichinho;
- Deixe o animal na casa de alguém, caso se ausente do apartamento por um bom tempo.



 

Divulgação

Evitar deixar o animal só por muito tempo é uma das dicas

 

                        Expediente | Fale Conosco | Anuncie Conosco               © 2010 Propriedade e Copyright AZOL PRESS